14/12
Exposições Pop-up Vanessa Winship e George Georgiou

No dia 14 de Dezembro, a partir das 19:00 horas, não percam as apresentações de Vanessa Winship e George Georgiou, em simultâneo com uma exposição Pop-up exclusiva a este dia com os projectos ‘She dances on Jackson’ de Vanessa Winship, acompanhada de reproduções do seu diário de viagem durante a produção deste projecto nos Estados Unidos; e ‘Last Stop’ de George Georgiou, com a apresentação da respectiva publicação em formato acordeão em toda a sua dimensão.

 

 

She dances on Jackson

Vanessa Winship
Vanessa Winship
Journal Pages
Journal Pages

“Em 2011, recebi uma bolsa da Fundação Henri Cartier Bresson para criar um corpo de trabalho nos Estados Unidos da América. O trabalho acabou se tornar uma exposição e um livro chamado "She dances on Jackson", publicado pela Mack Books.

Durante o curso de estar longe a desenvolver este trabalho, escrevi para várias pessoas, familiares e amigos, sobre as experimentações e tribulações de tal empreendimento. As minhas "cartas", que ficaram conhecidas como “Journal Pages”, vêm de certa forma expressar algo desse tempo.

Estes diários, na sua totalidade, só apareceram no espaço temporário de uma exposição. Um pequeno número deles foi publicado no meu recente livro, ‘And Time Folds’.” (Vanessa Winship)

 

 

 

Last Stop

George Georgiou
George Georgiou
George Georgiou

"Last Stop foi fotografado através das janelas dos autocarros de dois andares de Londres.

O autocarro permitiu-me enquadrar a cidade de forma a dar-lhe um sentido. O nível mais baixo está muito perto da rua, e o andar superior permite uma distância para capturar as camadas da paisagem urbana. Entre essas duas posições, tudo muda, junto com o movimento do autocarro.

Eu estava fascinado como as pessoas usam o espaço público numa grande cidade, por essa sensação de visibilidade e invisibilidade compartilhadas. Sentado atrás da janela, também me tornei invisível.

À medida que nos movemos pela cidade, constantemente captamos pequenos encontros, como mini-novelas, histórias das quais não fazemos parte, mas preenchemos as lacunas, criamos o nosso próprio sentido, as nossas próprias narrativas, à medida que continuamos a nos mover de A para B.

A essência do projeto é que podemos tomar o mesmo caminho todos os dias, mas o que vemos, o fluxo e refluxo na rua assume uma natureza aleatória. Para capturar esse fluxo, o formato acordeão da publicação reflete e imita a sensação de uma jornada de autocarro, mas, mais importante, dá ao espectador a oportunidade de criar as suas próprias narrativas espalhando o livro e combinando imagens diferentes. Isso afasta o livro de uma narrativa linear liderada pelo autor para uma de múltiplas possibilidades. "(George Georgiou)

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Vanessa Winship + George Georgiou 

A Ilha

Apresentação + Exposições Pop-up 

14 de Dezembro | 19:00h - 22:00h

Rua da Ilha do Príncipe 3a, porta E
Lisboa

 

A Ilha

www.a-ilha.pt

 

 

Vanessa Winship

Recebeu um BA em Cinema, Vídeo e Fotografia pela Polytechnic of Central London, Reino Unido. Viveu e trabalhou na região dos Balcãs, na Turquia e no Mar Negro, bem como no Reino Unido e nos Estados Unidos da América.

O seu trabalho foi exibido nacional e internacionalmente, mais recentemente na Barbican Art Gallery, em Londres, Reino Unido. Em 2011, ela recebeu o Prémio Henri Cartier-Bresson, que utilizou para criar o trabalho She dances on Jackson. É autora de cinco monografias, And Time Folds, (MACK) Vanessa Winship (MAPFRE), She dances on Jackson (MACK), Sweet Nothings (Foto8 / Images En Manœuvres) e Schwarzes Meer (MARE).

 

www.vanessawinship.com

 

 

George Georgiou

Recebeu um BA em Cinema, Vídeo e Fotografia pela Polytechnic of Central London (University of Westminster) em 1987.

Em 1999 ingressou na Panos Pictures em Londres e começou a trabalhar em projetos de longo curso. Fotografou extensivamente nos Balcãs, Europa Oriental e Turquia, vivendo e trabalhando na Sérvia, Grécia e Turquia, de 1999 a 2009.

O trabalho deste período resultou no livro Fault Line/Turkey/East/West 2010.

“Fault Lines” já foi exibido internacionalmente, incluindo na prestigiosa exposição “New Photography 2011” no MoMA, em Nova Iorque.

O livro "Last Stop" fotografado em Londres foi auto-publicado em 2015.

O seu trabalho aparece na coleção de várias instituições públicas e privadas, incluindo o MoMA de Nova Iorque e a coleção Elton John.

 

www.georgegeorgiou.net